terça-feira, 17 de agosto de 2010

Certo por linhas tortas?

Existe destino?
Existe uma estrada,
De onde não se pode sair?
Uma estrada sem acostamento,
Sem trevos?
Ela já vem construída?
Ou você a muda?

Os buracos também já estão feitos?
Ou eles aparecem,
Desaparecem,
São arrumados
Esquecidos
Superados?

A vida não é doce.
Não é produto,
Nao vem embalada pra presente.
Não é filme,
Não é sonho!

Mas ao mesmo tempo é linda
É boa, vale a pena.
É só aprender a dirigi-la.
Leva-la pra onde quiser,
Pela estrada que escolher
Pelo trevo que vier.

A viegem não é constante,
A paisagem também não.
Por isso o melhor que se faz
É viver cada instante.
Fazer que cada momento seja eterno.
Não deixar de dizer oque se quis
Estar bem consigo,
Pra um dia talvez ser feliz.

2 comentários:

Ray disse...

vim comentar viadinho! adoshaidhsa
tudo muito lindo e bonito, e tá escrevendo cada vez melhor :D
só entro em conflito na parte do 'a vida nao é doce'. a vida é doce, mesmo com todos os poréns. acho que se não fosse por isso nao teria graça. do caos surge a ordem.
parei ahdoshaiodhsaohdioasd
beijos loque.
(blog do gabi = favoritos mode on hehehe)

Tela disse...

é, até que você escreve bem mesmo hein, apesar de ser meio confuso, qoekkopeokqopkqokp ANORMAL :*